Tumor Fibroso Solitário do Canal Auditivo Externo: Uma Entidade Rara

Conteúdo do artigo principal

Margarida Lagarto Bento - Autor Correspondente

Margarida Lagarto Bento [anamg.bento@gmail.com]
Rua São Bento Menni nº6, 1ºE, 1600-896 Lisboa, Portugal
ORCID iD: 0000-0002-0064-4901

João Cabral Pimentel
José Pinto Sousa
Manuela Maia Gonçalves
Ezequiel Barros

Resumo

O tumor fibroso solitário (TFS) é um tumor benigno raro de células fusiformes de natureza mesenquimatosa que geralmente ocorre na pleura, mas pode existir noutras localizações, nomeadamente na região da cabeça e pescoço, podendo envolver a órbita, a cavidade oral e os seios perinasais. Na literatura apenas existem três casos reportados de TFS do canal auditivo externo. Descreve-se o quarto caso e realiza-se uma revisão da literatura. Uma doente de 27 anos apresentou-se com uma neoformação na parede posterior do canal auditivo externo, condicionando hipoacusia de condução de grau ligeiro e episódios de otorreia. O estudo imagiológico revelou margens regulares e ausência de invasão dos tecidos adjacentes. Foi realizada a excisão cirúrgica completa da lesão. Histologicamente era composta por células fusiformes, com áreas de hipo e hipercelularidade, tendo a análise revelado positividade para CD34, vimentina, CD99, BCL2 e STAT-6. Aos seis meses de seguimento, não apresentava sinais de recidiva.

Palavras-chave: Canal Auditivo; Imuno-Histoquímica; Tumores Fibrosos Solitários

Detalhes do artigo

Bento, M. L., Pimentel, J. C., Sousa, J. P., Gonçalves, M. M., & Barros, E. (2021). Tumor Fibroso Solitário do Canal Auditivo Externo: Uma Entidade Rara. Gazeta Médica, 8(1). https://doi.org/10.29315/gm.v8i1.404
Secção
CASOS CLÍNICOS