Clinical Research for the Benefit of Patients

Main Article Content

Rui Diniz

Abstract

Das gerações mais jovens às mais velhas, é unânime dizer que estamos hoje a viver dos tempos mais desafiantes e exigentes da nossa história individual e coletiva.
No último ano, a pandemia de COVID-19 fez com que a saúde assumisse o lugar cimeiro das preocupações dos cidadãos e da nossa sociedade, ao mesmo tempo que desafiou a resiliência, a competência e a superação das instituições de saúde e dos seus profissionais.
E se, um pouco por todo o mundo, a pandemia provocou impactos, nunca antes vistos, na prestação de cuidados de saúde, é também inegável o impacto que trouxe às atividades de ensino, de formação, de investigação de outras doenças para além da COVID, atividades essenciais para os avanços e melhorias nos cuidados de saúde dos doentes.
Nunca como hoje se tornou tão evidente a importância da ligação entre a ciência e a prestação de cuidados de saúde e o poder desta união. Uma não deveria viver sem a outra, porque se queremos contribuir para o progresso da Medicina e da Ciência, é fundamental apostarmos numa investigação que se coloca verdadeiramente ao serviço da saúde das pessoas.
Na CUF, orgulhamo-nos de, desde a nossa origem, olharmos para o investimento na investigação clínica e na cooperação com as instituições universitárias como prioridades estratégicas, determinantes para assegurar o acesso às últimas inovações clínicas e uma prestação de cuidados de saúde cada vez mais diferenciadora. E mesmo em ano de pandemia, e em paralelo com o esforço da CUF no combate nacional contra a COVID-19, reforçámos a ligação à academia pois, enquanto prestadores de saúde de referência, reconhecemos a relevância do nosso contributo e em como este se traduz em melhorias concretas na saúde e na qualidade de vida dos doentes.

LANÇAMENTO DO CENTRO DE SIMULAÇÃO CUF
Com uma aposta clara na diferenciação clínica, 2020 fica marcado pelo lançamento do Centro de Simulação da CUF Academic Center, um projeto desenvolvido com o objetivo de reforçar a capacidade formativa em saúde da CUF e que conta com a NOVA Medical School como parceira. Projetado em linha com os gold standards nacionais e internacionais na área biomédica, o Centro de Simulação reforça o trabalho que tem sido feito na formação pré e pós-graduada e posiciona a CUF como uma referência na capacitação de profissionais de saúde.
Esta ligação às instituições universitárias constitui-se como um vetor essencial da atividade da CUF, que tem procurado aprofundar, ano após ano, diversas parcerias com instituições universitárias de referência nacional e internacional.
A este propósito destaco o Tagus TANK, o consórcio constituído com a Universidade NOVA de Lisboa, que concilia a prática hospitalar, com o ensino e a investigação e que, de forma inédita, abrange múltiplas disciplinas e faculdades como Direito, Economia, Engenharia e outras escolas da Universidade NOVA.
São várias as iniciativas que temos promovido no âmbito desta parceria, sendo exemplo disso o programa de apoio aos Projetos de Investigação em Medicina que financia projetos que desenvolvam novas linhas de investigação médica de excelência, em áreas estratégicas como a Oncologia, Doenças Cardio-metabólicas, Neurociências, Ortopedia, Qualidade de Vida, Ética em Saúde, ou o apoio ao desenvolvimento de Programas de Doutoramento pelos profissionais de saúde da CUF junto da NOVA Medical School ou de outras unidades orgânicas da Universidade NOVA de Lisboa.
A colaboração da CUF com entidades de referência vai desde o ensino à investigação e em 2020, importa também salientar o protocolo desenvolvido com a Fundação Gulbenkian, numa parceria que inclui colaborações ao nível da investigação, doutoramentos e formação, tendo-se iniciado, desde já, alguns estudos conjuntos na área da COVID-19.
A Fundação Gulbenkian, através do Instituto Gulbenkian de Ciência, tem promovido a cultura e os valores científicos na sociedade e desenvolvido investigação de excelência, pelo que a sua associação à CUF é motivo de orgulho e traduz-se numa aproximação que trará com certeza uma partilha e dinamização de conhecimento que nos ajudará a promover melhores práticas de saúde.

CRESCIMENTO DOS PROJETOS DE MÉDICOS-INVESTIGADORES EM ANO DE PANDEMIA
Apesar da atual conjuntura representar um desafio sem precedentes, na área de investigação há a salientar, mesmo em ano de pandemia, o aumento significativo de projetos por iniciativa dos médicos-investigadores da CUF. Do ponto de vista dos ensaios clínicos, que em 2011 se iniciaram na CUF e que desde aí têm vindo a ter um crescimento sustentado e progressivo, só em 2020 registaram-se 46. De salientar que a maioria são da área de Oncologia, área para a qual a CUF, o primeiro e maior prestador privado de saúde em Portugal a diagnosticar e tratar cancro desde há 36 anos, tem vindo a assumir um papel cada vez mais relevante, participando num crescente número de ensaios clínicos em Portugal.
Trata-se de uma participação a par com muitas instituições de reconhecimento internacional, o que é um sinal de grande responsabilidade para a CUF que assume assim o compromisso de ir além da prestação de cuidados de saúde de qualidade e contribuir igualmente para a descoberta e para o conhecimento científico que permitam oferecer mais esperança aos doentes oncológicos.

A APOSTA NUMA INVESTIGAÇÃO AO SERVIÇO DA SAÚDE DOS PORTUGUESES
Na CUF apresentamos um modelo de prestação de cuidados de saúde assente na procura contínua de soluções para dar resposta às necessidades dos doentes, de acordo com as melhores práticas, a excelência tecnológica e a mais recente e comprovada evolução científica.
Prosseguiremos, por isso, com a nossa missão de promover e apoiar iniciativas que cumpram estes objetivos. É o que fazemos há vários anos, através das Bolsas de Doutoramento em Medicina e Enfermagem ou com a Bolsa D. Manuel de Mello - em conjunto com a Fundação Amélia de Mello - premiando jovens médicos. Lançámos ainda, recentemente, o programa de Projetos de Investigação Clínica que visa impulsionar e apoiar as iniciativas de investigação que contribuam para um projeto clínico diferenciador nos hospitais e clínicas CUF.
Paralelamente, e enquanto parceiros fundadores da AHEAD - Advanced Health Education, a primeira escola de pós-graduação da Europa dedicada a todos os profissionais de saúde, que nasceu em 2019, fruto do reconhecimento da necessidade de atualização dos profissionais da área, continuaremos a promover o desenvolvimento e a inovação no conhecimento em saúde.
Áreas que promovemos também através da divulgação da atividade científica, designadamente aqui, na Gazeta Médica, uma revista científica que tem como missão promover o conhecimento de excelência em Medicina, privilegiando a publicação de artigos atuais, de utilidade na prática clínica, com rigor científico e metodológico. Publicação da CUF que viu reconhecida recentemente a sua relevância a nível nacional e internacional com a indexação no SciELO - Scientific Electronic Library Online, rede internacional que reúne atualmente publicações de 15 países, e cuja equipa está de parabéns, assim como todos os médicos-investigadores-cientistas que, ao longo dos anos, têm contribuído com a sua experiência, competência e conhecimento para enriquecer as páginas desta revista.
Termino salientando a vontade e intenção da CUF prosseguir com a sua aposta sustentada na promoção e desenvolvimento científicos, através da formação e capacitação dos seus profissionais e também na divulgação da sua atividade científica. Aposta que apresenta objetivos claros e que são o foco da nossa estratégia: contribuir para o progresso da Medicina e da Ciência em Portugal e para uma investigação que se coloca verdadeiramente ao serviço da saúde dos portugueses.

Article Details

1.
Diniz R. Clinical Research for the Benefit of Patients. Gaz Med [Internet]. 2021Mar.31 [cited 2021Jun.16];8(1). Available from: https://gazetamedica.pt/index.php/gazeta/article/view/444
Section
EDITORIAL